Blog

Últimas Notícias

23722408_1514623485295434_8031891998205642413_n-1.jpg?fit=960%2C960&ssl=1
26/dez/2017

Infecção urinária é a presença anormal de microrganismos em alguma região do trato urinário. Algumas pessoas, especialmente mulheres, podem apresentar bactérias no trato urinário e não desenvolverem infecção urinária, chamadas de bacteriúria assintomática.

As principais causas são a relação sexual e a presença das bactérias do trato gastrointestinal que migram por via ascendente da região perineal até a bexiga. Raramente ocorre pela via hematogênica (circulação sanguínea).

Essa doença possui dois tipos: a cistite e a pielonefrite. A cistite é quando a infecção afeta a bexiga, enquanto a pielonefrite afeta o rim. Essa última possui sintomas mais severos.

A doença, que possui incidência de 80% a 90% em mulheres, é mais prevalente na idade reprodutiva e nas mulheres que estão na menopausa, devido à queda do estrogênio e de micro-organismos que protegem a região íntima.


24899738_1538495982908184_2688833683343015801_n.jpg?fit=960%2C960&ssl=1
18/dez/2017

É um distúrbio que interfere no processo normal de ovulação. É causado pelo desequilíbrio hormonal e, muitas vezes, está associado ao aumento de insulina, levando à formação de cistos.

O aparecimento de cistos durante o processo de ovulação faz parte do funcionamento dos ovários, mas eles desaparecem a cada ciclo menstrual.

Em portadoras da síndrome dos ovários policísticos, esses cistos permanecem e modificam a estrutura ovariana, tornando o órgão até três vezes mais largo do que o tamanho normal. A disfunção pode levar à secreção de hormônios masculinos em excesso. A mulher que sofre da síndrome ovula com menor frequência e tem ciclos irregulares.


Screen-Shot-2017-12-05-at-8.46.29-PM.png?fit=735%2C735&ssl=1
05/dez/2017

Um trabalho realizado no Hospital do Coração, em São Paulo, com 2.000 mulheres, mostrou que a disfunção é mais frequente após os 30 a 40 anos, especialmente no que toca os aspectos psíquicos. Nas adolescentes, os principais sintomas são físicos: dor de cabeça e cólica.


Screen-Shot-2017-12-05-at-8.44.40-PM.png?fit=732%2C731&ssl=1
05/dez/2017

Em torno da oitava semana, no máximo até a 12ª semana, deve ocorrer a primeira consulta do período pré-natal.

Se ainda não foi abordado o histórico clínico da paciente, o médico fará uma avaliação detalhada de questões relacionadas à sua saúde , ao ciclo menstrual, estilo de vida e ao histórico médico-familiar.

Esta costuma ser a consulta mais demorada e você deve sentir-se à vontade para fazer as perguntas que desejar, esclarecer dúvidas sobre alimentação, relação sexual, alterações de humor, exercícios físicos e as limitações que a gravidez implica.

Nos três primeiros meses de gravidez, a alta concentração de hormônios que participam do processo reprodutivo pode causar uma série de efeitos indesejados.

Por isso o suporte de uma alimentação adequada, atividade física e até mesmo o diálogo terapêutico podem ajudar a amenizar os sintomas.


Onde Estamos

Avaré, SP
Avenida Prefeito Paulo Novaes, 700
CEP: 18705-000
Tel: (14) 3732-3338
[email protected]

Política de Privacidade

Curta a Reproduh

Facebook Pagelike Widget

Médico Responsável: Dr. Afonso Celso Ramires Rosário - CRM-SP: 50.150