Blog

Últimas Notícias

26910514_1580580488699733_6001909949991180329_o.png?fit=1000%2C1000&ssl=1
26/mar/2018

As disfunções hormonais provocam, por exemplo, a Síndrome dos Ovários Policísticos, caracterizada pelo aumento da produção de hormônios androgênios (masculinos) que deveriam ser liberados em pequena quantidade.

Outro exemplo são os desequilíbrios na hipófise, que geram alterações na liberação da prolactina, hormônio que estimula o crescimento das glândulas mamárias e a produção de leite materno.

É possível citar ainda as disfunções da tireoide, glândula que pode produzir irregularmente hormônio demais ou de menos. Esses desequilíbrios levam a um quadro de falta de ânimo, sonolência e, inclusive, queda da libido.

Infos: Minha Vida


26758594_1574730792618036_5847734317591346932_o.png?fit=1000%2C1000&ssl=1
23/jan/2018

O ovário policístico é uma alteração metabólica que ocasiona a alteração hormonal. Um dos sinais do problema é a queda de cabelo, o aumento da acne, mais oleosidade na pele e alterações menstruais. É importante lembrar que mulheres com herança familiar, mais gordinhas e com familiares diabéticos tem mais propensão à doença.

O diabetes, por exemplo, pode se manifestar com manchas escurecidas que aparecem nas dobras do pescoço, no antebraço, axilas e cotovelos. Estes sinais podem ser resistência à insulina e, geralmente, aparecem em obesos, mas a pessoa magra também pode ter.

Os hormônios do metabolismo também entram nessa. As pálpebras inchadas com aquela bolsa embaixo dos olhos pode ser sinal de hipotireoidismo. Na verdade, o corpo todo está com líquido retido, mas a pele da região dos olhos é a mais mole e por isso fica mais aparente.

Em casos de hipotireoidismo avançado que não foi tratado, a pessoa não consegue enxergar devido ao inchaço. O hipotireoidismo também pode fragilizar as unhas, que ficam escamando.

Fonte: Globo


24899738_1538495982908184_2688833683343015801_n.jpg?fit=960%2C960&ssl=1
18/dez/2017

É um distúrbio que interfere no processo normal de ovulação. É causado pelo desequilíbrio hormonal e, muitas vezes, está associado ao aumento de insulina, levando à formação de cistos.

O aparecimento de cistos durante o processo de ovulação faz parte do funcionamento dos ovários, mas eles desaparecem a cada ciclo menstrual.

Em portadoras da síndrome dos ovários policísticos, esses cistos permanecem e modificam a estrutura ovariana, tornando o órgão até três vezes mais largo do que o tamanho normal. A disfunção pode levar à secreção de hormônios masculinos em excesso. A mulher que sofre da síndrome ovula com menor frequência e tem ciclos irregulares.


Onde Estamos

Avaré, SP
Avenida Prefeito Paulo Novaes, 700
CEP: 18705-000
Tel: (14) 3732-3338
[email protected]

Política de Privacidade

Curta a Reproduh

Facebook Pagelike Widget

Médico Responsável: Dr. Afonso Celso Ramires Rosário - CRM-SP: 50.150